Como é feita a Cirurgia de Reversão da Vasectomia?

Confira todas as informações sobre a Cirurgia de Reversão da Vasectomia!

               Em clínica, indica-se vasectomia para homens que decidiram, junto às suas parceiras, não ter mais filhos. Porém, com as mudanças circunstanciais da vida, este mesmo paciente pode se arrepender e desejar ser pai novamente. E então, o que ele deve fazer? Quais são as suas alternativas? Certamente, a cirurgia de reversão da vasectomia será uma das alternativa recomendada, mas não deixe de perguntar ao seu Urologista!

Entenda melhor como é feita a cirurgia de reversão da vasectomia!

               A cirurgia de reversão da vasectomia leva de 2 a 3 horas e é realizada em clínicas médicas com infra-estrutura cirúrgica ou em hospitais. Nesta cirurgia, o cirurgião-urologista faz uma pequena incisão (de 3 a 4 cm) na bolsa escrotal, localizando a área onde foi realizada a vasectomia nos canais deferentes,  para então religá-los. Este procedimento cirúrgico é executado com material especial, de micro cirurgia, fazendo uso de fios especiais de sutura (ultra finos) e microscópio.  Em seguida, o médico realiza a sutura da pele com pontos que cairão sozinho após 7 a 10 dias.

Quais são as chances de sucesso da cirurgia de reversão da vasectomia? O que pode influenciar para um bom resultado?

Sabe-se que o homem que realiza a cirurgia de reversão não possui 100% de chance de ser pai novamente. A presença de espermatozóides no conteúdo ejaculado poderá ser detectada pelo exame de espermograma, em que o médico Urologista solicitará nos meses seguintes. A quantidade de espermatozóides varia de acordo com o tempo de realização da vasectomia.

Outros fatores que podem influenciar o bom resultado da cirurgia são a experiência do cirurgião-urologista, o local de ligadura do canal deferente na vasectomia e fatores anatômicos locais.

Após uma cirurgia de reversão da vasectomia bem-sucedida, em quanto tempo a mulher poderá engravidar? E em quanto tempo o casal poderá voltar a ter relações sexuais?

Recomenda-se um período de 2 semanas, após a cirurgia, para o casal retornar a sua atividade sexual.

 Em relação ao espermograma, o exame poderá ser feito após 1 mês de cirurgia e estudos mostram que cerca de 50% das mulheres engravidarão no primeiro ano, nos casos bem sucedidos da reversão.

Consulte sempre um Urologista!

Para agendar uma consulta com o Dr. Diego Delgado, clique aqui. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>